Shavuot, uma das três Festas de Peregrinação mencionadas no Pentateuco, marca a entrega da Torah ao povo judeu, no Monte Sinai. Conhecida também como Zman Matan Torateinu - "A época da entrega de nossa Torah". Shavuot é comemorada durante um dia, em Israel, e dois na diáspora, sempre no 6o dia do mês de Sivan.

   

   No início, comemorava-se nesta data apenas a entrega das primícias dos cereais no Beit HaMikdásh (Templo), numa cerimônia de apresentação desses primeiros frutos na Casa de D-us em Jerusalém, oferecendo-os aos sacerdotes e levitas.

   

   Atualmente, comemoramos a outorga da Torah ao Povo de Israel e a toda a humanidade, uma vez que durante esta Festa a Lei foi revelada no Sinai ao povo de Israel.

   

   A Festa de Shavuot é muito especial pois finalizava o final dos 50 dias, contados a partir do segundo dia de Pesach (Páscoa). 

Os nomes da Festa

חג השבועות - Hag Hashavuot - Festa das Semanas. Este nome é dado devido as sete semanas que são contadas na contagem de Omer, este nome aparece algumas vezes na Torah(Pentateuco)

יום הביכורים - Yom Bikurim - Dia Das Primícias. Este nome também é mencionado no Pentateuco, numa referência ao dia em que eram trazidas as primícias ao Templo.

חג הקציר - HagHaKatzir - Festa da Colheita. Este nome também é mencionado no Pentateuco, numa referência à colheita do trigo que é oferecido como oferta ao Senhor.

חג מתן תורה - Hag Matan Torah - Festa da Entrega da Torah. Mantendo a tradição de que neste dia Adonai se revelou ao povo no Monte Sinai, outorgando os Dez Mandamentos gravados em tábuas de pedra, dados a Moisés.

יום הקהל - Yom Hakahal - Dia da Congregação. Segundo a tradição, por que Moisés foi ordenado a reunir toda a congregação (povo) de Israel, neste dia, aos pés do Monte Sinai.

יום החמישים - Yom HaHamishim - Dia dos Cinquenta. Este nome é dado aos cinqueta dias a partir da contagem de Ômer. Festa de Pentecostes - Este nome aparece no livro de Atos dos Apóstolos no Novo Testamento como uma referência ao dia em que o Espírito Santo foi derramado sobre a igreja primitiva pela primeira vez. Este fato teria ocorrido em Jerusalém durante a festa de Shavuot e seria as primícias da manifestação do Espírito de D-us nos discípulos de Yeshua.

Tradições

Leitura do livro de Ruth - Tradição baseada no fato de que a história deste livro, se passa no período desta festa, a colheita do trigo. 


Leitura dos Dez Mandamentos - Segundo a tradição, os Dez Mandamentos foram entregues ao povo durante este dia e algumas comunidades judaicas têm o hábito de lê-los em voz alta, nas sinagogas, para lembrar a Entrega da Lei. 


Alimentos derivados de leite - Outro costume é consumir alimentos derivados do leite, já que a Torá é comparada ao leite, fonte de vida para tudo, da mesma maneira que o leite para um recém-nascido.


Plantas Verdes - Em Shavuot é costume enfeitar casas e sinagogas com flores e folhagens, que simbolizam, acima de tudo, o costume vigente na época do Templo Sagrado, de se levar para Jerusalém as primícias, ou seja, os primeiros frutos colhidos dentre as sete espécies que caracterizam a Terra de Israel.


Peregrinação a Jerusalém – Muitas famílias em Israel têm como costume subirem a Cidade Santa para visitar e lembrar a peregrinação que era feita durante o período em que havia o Templo.


 “E muitos povos virão e dirão: ‘Vamos todos subir ao Monte do Senhor, rumo à casa do Deus de Jacó; para que Ele nos ensine os seus caminhos e para que andemos em suas veredas. Pois de Sião sairá a Lei (Torá) e a palavra de Deus de Jerusalém” (Is 2:3). 

Chag Shavuot Sameach (Feliz Festa de Shavuot)!