Imigramos para Israel, em 1998 (o tempo passa rápido, lá se vão 20 anos!), e a lista de perguntas sobre este pequeno país, é imensa: “que língua se fala em Israel?; qual a moeda?; não é perigoso viver lá?”. Mas a pergunta que mais chama a atenção é: "onde fica, no mapa?"

Pensando em responder a esta e outras, resolvemos escrever este post, aos moldes de uma boa aula de geografia. Bora estudar?

Existe uma grande confusão sobre a localização de Israel. Obviamente sem entrar em questões problemáticas, como o conflito territorial entre a Palestina e Israel... Me refiro a questão mais básica: “Israel no mapa”

Nosso pequeno país, oficialmente chamado de Estado de Israel, é o único Estado de maioria judia do mundo. Fica no Oriente Médio, Ásia. Possui fronteira com quatro países árabes: Líbano, Síria, Jordânia e Egito. Como também, faz fronteira com a Faixa de Gaza e com a Cisjordânia.

Israel é um país minúsculo, a área total é de 20.700 km², com aproximadamente 470 km de comprimento e 135 km de largura em seu ponto mais largo. Mais ou menos o tamanho do estado de Sergipe. Apesar do tamanho reduzido, o país é cheio de contrastes e sua geografia é bem diversificada, passando por uma região desértica no Sul, o deserto de Neguev, a montanhas com neve no Norte, Monte Hermon.

Israel é banhado pelo Mar Mediterrâneo. Sem esquecer de mencionar o Mar Vermelho e o Mar Morto. Este último, é uma parada obrigatória para turistas do mundo inteiro. Sendo o ponto mais baixo da terra, com aproximadamente 420 metros abaixo do nível do mar, possui uma concentração altíssima de sal. Na realidade trata-se de um imenso lago... mas esse será outro assunto para mais um post.

As línguas oficiais em Israel são Hebraico e Árabe. Como Israel é um país composto por imigrantes, apesar de possuir duas línguas oficiais, é muito comum ouvir russo, inglês, francês e até mesmo português pelas ruas. 

Na maior parte dos textos sobre geografia e afins, a capital do país é descrita lá no início. Para o governo de Israel e para a maioria dos israelenses, a capital indivisível do país é Jerusalém, sem sombra de dúvida. 

Mas infelizmente não existe um consenso internacional sobre Jerusalém, obviamente relacionado com os conflitos entre Palestina e Israel. Porém, em dezembro de 2017, o governo americano, em uma decisão aquecida, anunciou a mudança da sua embaixada para Jerusalém e o reconhecimento da cidade como capital do país. Agora a pergunta que não quer calar – Como serão os próximos capítulos dessa história?!

Israel tem uma herança histórica riquíssima e fascinante; venha conhecer conosco!

TURISMO EM ISRAEL

Para a felicidade de muitos turistas, Israel é um país que pode ser todo visitado de carro e possibilita experimentar desde montanhas com neve até praias com água cristalina. Para os amantes do verão, Israel tem um clima perfeito: clima mediterrânico. O verão é uma estação bem longa, com dias ensolarados e pouquíssima incidência de chuva durante meses. Muito importante para o viajante: beber muita água!

Se você é novato em Israel, imigrante ou viajante, o importante para explorar o país é ter a mente aberta, beber muitaaa água, não deixar de pechinchar e, claro, usar bastante filtro solar! Como qualquer lugar novo a se visitar, recomendo conversar com locais e, se a viagem possibilitar, experimentar um pouco da vida para além do turismo já conhecido. Israel é um país muito presente na mídia e é comum turistas chegarem aqui com muitas concepções já estabelecidas.

Para amenizar o susto inicial, já te aviso: Israel é um país caro e é importante ter isso em mente ao planejar a viagem. Entretanto, este é um investimento que traz retornos imensuráveis. Para concluir, uma ótima notícia para nós brasileiros: a partir do dia 12 de dezembro de 2018, a Latam começará a operar um voo direto de SP para Tel Aviv.